Apresentação da II edição do Azores Open Foil 2019

No atrium do auditório do Ramo Grande, teve lugar a apresentação, á comunicação social da Região, a II edição do Azores Open Foil 2019.

Esta cerimónia, contou com a presença da Secretária Regional do Turismo, Marta Guerreiro, bem como da vereadora da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Raquel Borges e Guido Telles, da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

Na ocasião, o presidente do Clube Naval da Praia da Vitória, José António Mendonça, destacou o sucesso das edições anteriores, evidenciando, sobretudo, a participação de velejadores, considerados os melhores do mundo, nesta competição. José Mendonça, salientou, ainda, a importância desta prova, no contexto turístico, visto serem as datas da sua realização, coincidentes com a época baixa do turismo na ilha, mas sobretudo, também, na Praia da Vitória.

A finalizar, o Presidente do Clube Naval da Praia da Vitória entende que esta é uma competição de nível internacional que tem de ser acautelada para, assim, garantir a continuidade da mesma nesta excelente baía, que é a da cidade da Praia da Vitória.

Carlos Borges, diretor técnico da Azores Open Foils, explicou aos OCS presentes, o que se vai passar a partir de 29 do corrente mês na baía da Praia da Vitória.

Raquel Borges, destacou o papel importante que o Clube Naval da Praia da Vitória tem neste evento, salientando a importância que o mesmo tem para a cidade e para os Açores.

No fecho da conferência de imprensa, Marta Guerreiro, Secretária Regional do Turismo,salientou que o 'Azores Windsurf Open Foil Challenge', que se realiza de 29 de outubro a 4 de novembro, na Praia da Vitória, coloca o arquipélago “nos circuitos internacionais dos desportos náuticos, trazendo aos Açores velejadores da elite mundial do windsurf”.A governante sublinhou que a realização desta segunda edição é “mais uma conquista para a Região”, por via de uma estratégia consolidada na captação de eventos e na sua continuidade.

A titular da pasta do Turismo referiu ainda que “esta será uma prova que potenciará o aumento de fluxos turísticos para a Região, sobretudo durante a época baixa”.

Marta Guerreiro destacou o papel do Clube Naval da Praia da Vitória pelo trabalho desenvolvido no “processo de internacionalização” do evento e pela dinamização e promoção do windsurf, “modalidade que encontra no arquipélago condições inigualáveis para a sua prática”.